ESCOLA E.B. 2,3 PROF. ANTÓNIO PEREIRA COUTINHO

09
Mar 08
   Nesta tarde do dia 4, estava prevista a dramatização e leitura para, e por, alunos do terceiro ciclo.  




   “O Mostrengo” de Fernando Pessoa foi declamado por um aluno  do 8ºC:

O mostrengo que está no fim do mar

Na noite de breu ergueu-se a voar;

À roda da nau voou trez vezes,

Voou trez vezes a chiar,

E disse, «Quem é que ousou entrar

Nas minhas cavernas que não desvendo,

Meus tectos negros do fim do mundo?»

E o homem do leme disse, tremendo,

«El-Rei D. João Segundo!» 

«De quem são as velas onde me roço?

De quem as quilhas que vejo e ouço?»

Disse o mostrengo, e rodou trez vezes,

Trez vezes rodou immudo e grosso,

«Quem vem poder o que só eu posso,

que moro onde nunca ninguem me visse

e escorro os medos do mar sem fundo?»

E o homem do leme tremeu, e disse,

«El-Rei D. João segundo!» 

Trez vezes do leme as mãos ergueu,

Trez vezes ao leme as reprendeu,

E disse no fim de tremer trez vezes,

«Aqui ao leme sou mais do que eu:

Sou um Povo que quere o mar que é teu;

E mais que o mostrengo, que me a alma teme

E roda nas trevas do fim do mundo,

Manda a vontade, que me ata ao leme,

                         De El-Rei D. João Segundo!»


   Assistiu-se depois à dramatização de  “O Bojador”  de Sophia de Mello Breyner Andresen, pelas alunas Catarina, Carolina, Constança e Élen , todas da mesma turma.









A professora Paula Bebiano, responsável pelo ensino da Língua Portuguesa, estabeleceu a ligação entre as duas obras escutadas e Os Lusíadas,  comentando alguns dos  aspectos comuns.


 







   Uma vez que havia ainda tempo, os alunos foram convidados a ler um conto de Eça de Queirós, actividade a que aderiram com agrado.  


 

 

                                                                         

                        

  Vários exemplares da obra foram distribuídos pelos presentes e a leitura integral foi feita, em voz alta, por alunos voluntários.

   Nesta sessão estiveram presentes duas turmas: 9ºA e 8ºC num total de cinquenta e oito alunos. Estiveram também presentes três professores.

Maria F.

 


publicado por CREM Pereira Coutinho às 12:13

04
Mar 08
  No segundo dia da Semana da Leitura, a poesia foi dedicada ao grande poeta brasileiro Manuel Bandeira e a outros poetas que usam outros sotaques da Língua Portuguesa.

   Na Biblioteca, durante a manhã, estiveram quarenta e seis alunos com sete professores. Os alunos do 6º E da Professora Irene Bernardo, disseram, sob a forma coral, a poesia " Trem de ferro". Quem não conhece estas palavras de Manuel Bandeira acompanhadas com a música de Tom Jobim?


Café com pão
Café com pão
Café com pão

Virgem Maria que foi isto maquinista?

Agora sim
Café com pão
Agora sim
Café com pão

Voa, fumaça
Corre, cerca
Ai seu foguista
Bota fogo
Na fornalha
Que eu preciso
Muita força
Muita força
Muita força

Oô..
Foge, bicho
Foge, povo
Passa ponte
Passa poste
Passa pato
Passa boi
Passa boiada
Passa galho
De ingazeira
Debruçada
Que vontade
De cantar!

Oô...
Quando me prendero
No canaviá
Cada pé de cana
Era um oficia
Ôo...
Menina bonita
Do vestido verde
Me dá tua boca
Pra matá minha sede
Ôo...
Vou mimbora voou mimbora
Não gosto daqui
Nasci no sertão
Sou de Ouricuri
Ôo...

Vou depressa
Vou correndo
Vou na toda
Que só levo
Pouca gente
Pouca gente
   Pouca gente...


   Todos cantaram a SODADE de Cesária Évora, em crioulo de Cabo Verde e foram declamados vários poetas de Língua Oficial Portuguesa:
Eugénio Lima, angolano ( Quitandeira de Luanda); Magariça Reinaldo Ferreira, poeta de Moçambique; Fernando Sylvan de Timor  ( Meninos e Meninas); Vasco Cabral da Guiné-Bissau ( O último adeus de um combatente); Aldo do Espírito Santo de S. Tomé ( Lá no água grande);Daniel Filipe de Cabo Verde ( Romance de Tomasinha, Cara Feia) .





   Durante a manhã, o professor António Moita também disse poesia.


Outros alunos se lhe seguiram:

 



 


 


 


 

  





A terminar esta sessão, foi feita, por várias professoras, a leitura  da obra Ynari, "A menina de cinco tranças" do autor angolano Ondjaki, com ilustrações de Danuta Wojciechowska



   E esta manhã de leitura acabou com bastante alegria, sentida por todos. Estiveram presentes cerca de oitenta e cinco alunos e sete professores e, como escreveu a Professora Isabel Freire, no painel das opiniões: " (...) a leitura provocou um silêncio sábio."



BEM BOM!

 


Maria F.



 
publicado por CREM Pereira Coutinho às 16:35

03
Mar 08
A Semana da Leitura começou hoje, dia 3 de Março!

   Às 10 horas, chegou à nossa Escola o poeta convidado José Jorge Letria que era esperado por um Fernando Pessoa ( Francisco Madeira do 6º D ) e por uma Florbela Espanca ( Professora Isabel Freire) que, para além de lhe darem as boas-vindas, o convidaram a ouvir o poema colectivo da autoria dos alunos do 6º D.




 






   A sessão prosseguiu na Biblioteca onde, após a introdução pela Coordenadora Dalila Marques e de umas palavras do poeta convidado, os alunos do 3º ano da Escola José Jorge Letria fizeram a leitura do texto da sua autoria "Ler é bom! Ler sabe bem!"







  Foi um momento muito 
  forte e muito bonito!




























   Depois, os alunos do 6ºB e do 6º F, enquadrados pelas professoras de Língua Portuguesa, Vera Coelho e de Educação Musical, Ana Rita Abraão, fizeram inúmeras perguntas ao poeta sobre a sua obra, as suas experiências pessoais, os seus gostos... José Jorge Letria respondeu sempre de forma clara e acessível àquele público jovem que o seguia com atenção e interesse.





   A seguir, os alunos recriaram em flauta de bisel umas músicas de José Alberto Moniz com letras de José Jorge Letria e, bastante afinados, foram capazes de exprimir a alegria desses poemas.
   A assistência aplaudiu generosa e justamente. Os alunos presentes portaram-se à altura da sessão e viveram-se momentos muito engraçados nesta primeira manhã da Semana da Leitura da Pereira Coutinho. A Escola vestiu-se de poesia, cobrindo algumas das suas paredes com textos passados pelos alunos. Numa das paredes do Centro de Recursos também se pintou a poesia. Aqui se seguem alguns registos do que acabamos de descrever:

                                                




   Estejam pois atentos ao nosso blogue, porque logo há mais...... e mais...... e mais.
   A Semana da Leitura dedicada, aqui, este ano, à poesia vai pôr toda a gente a ler.
 
 « Ler é bom! Ler sabe bem! »

Viva a Poesia!Viva a Leitura!

   De tarde, compareceram  vinte e um alunos da Escola de Birre nº1 com a sua Professora Luísa Bernardes, às 13:45 h.

   A sessão na escola sede foi preparada e apresentada pelos alunos do 5ºA que, com a sua Professora de Educação Musical, Margarida Machado, divulgaram poesia de J.J. Letria. Foi feita uma leitura coral e cantaram-se alguns poemas.

   Os alunos do 3º e 4º ano de Birre declamaram, de cor, poemas de J. J. Letria e interagiram com os colegas de 5º ano.

 


 


 

 


 


 


 




 


 

 

 




   Estiveram presentes três turmas, num total de sessenta alunos, seis professores da escola sede, vinte alunos convidados, a sua professora e uma funcionária de acção educativa.


  No final, os alunos convidados viram a exposição de cartazes sobre “Aquecimento Global” e ouviram alguns esclarecimentos. Observaram ainda os trabalhos da Oficina “Pintar a Poesia” e percorreram a biblioteca .


   No final, foi-lhes oferecido um pequeno lanche.






Maria F.

















 
publicado por CREM Pereira Coutinho às 19:09

Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO